segunda-feira, 30 de novembro de 2009

POTENCIALIDADES E DE DIFICULDADES PARA O USO DAS MÍDIAS NA ESCOLA.

A integração das mídias e tecnologias no PPP (projeto político pedagógico) e no currículo escolar é um grande passo. O outro grande passo é elaborar ações articuladas, projetos que incluam os vários espaços pedagógicos da escola (sala de leitura, informática, multidisciplinar) e os diversos sujeitos. O uso das mídias requer um trabalho integrado, entre professores (das diversas áreas do conhecimento, e dos diversos espaços pedagógicos), gestores, funcionários, e alunos.
A formação de professores nesse processo é fundamental, o NTE em Belém oferta o curso de 100 horas de informática educativa, é um passo importante. Além disso, profissionais da sala de informática podem auxiliar nesse processo, dando pequenas oficinas para professores de inclusão digital, sobre possibilidades e potencialidades das TICs na educação, ou oficina de blog, discutindo e elaborando projetos que incluam outras tecnologias e mídias em suas práticas.
Neste caminho encontramos muitas dificuldades, a falta de apoio dos gestores, a resistência de colegas com o uso das tecnologias, e especialmente temos que quebrar estigmas e estereótipos com colegas e toda a comunidade, mostrando verdadeiro papel dos professores que estão em espaços pedagógicos como sala de vídeo e informática, que estão ali sim pra fazer um trabalho significativo, produtivo, sendo um articulador de ações, em prol de uma verdadeira inclusão social e digital.

Leia Mais…

TV NA ESCOLA E OS DESAFIOS DE HOJE


Sem dúvida a TV tem um papel importantíssimo como fonte de informação e entretenimento, para grande maioria do povo brasileiro, especialmente a população mais carente. Também é inquestionável o fato de que ela precisa melhorar em qualidade sua grade de programação, especialmente no mundo em que vivemos de transformações constantes. A família como célula mater, precisa definir sim, o que é adequado para cada idade, e deve também, como aponta o vídeo (1º depoimento), orientar e discutir aquilo que acriança tomou contato pela televisão ou sobre aquilo que inevitavelmente irá tomar. Com a crise de valores que vivemos a TV, se utilizada sem orientação, e em excesso, pode se tornar uma arma perigosa. Daí a necessidade do acompanhamento dos pais e da família inicialmente.
Nos educadores temos uma grande responsabilidade, como mediadores de processos de aprendizagem, temos que ajudar no desenvolvimento da capacidade crítica do aluno e em sua leitura competente do mundo em que vivemos, e isso inclui o discernimento do que de fato é bom na TV, para sua formação em quanto ser humano, cidadão e profissional.
O uso da TV na educação, portanto, se faz necessário. Ela sem dúvida nos traz inúmeras possibilidades. É necessário que se mostre principalmente, que tudo tem várias versões e é necessário que se conheça todas elas e que se discuta as mesmas. É importante discutir também o papel dos programas, das novelas, estimulando uma análise cítico-social, daquela que em muitos lares substitui os pais, é a conselheira, a psicóloga, a melhor amiga (sendo a única companhia), a TV.

Wanessa Cardoso

Leia Mais…

REALIZAÇÕES NTE BELÉM